[stock-market-ticker symbols="AAPL;MSFT;GOOG;HPQ;^SPX;^DJI;LSE:BAG" stockExchange="NYSENasdaq" width="100%" palette="financial-light"]

2022: última chance de eleição presidencial sem candidato evangélico

Os pesquisadores do tema da evangelização no Brasil, Juliano Spyer e Vinicius do Valle escrevem sobre o futuro político do país com a crescente participação dessa parcela da população. Eles salientam que a mobilização e o uso do discurso e da identidade religiosas ganharam destaque inédito nas eleições de 2022. Neste artigo, ambos discutem a importância do voto evangélico no contexto eleitoral brasileiro contemporâneo e percorrem a trajetória do segmento social na sociedade brasileira, analisando também o perfil ideológico desse grupo. O principal argumento dos autores é que, pela trajetória de crescimento dos evangélicos na sociedade, a eleição de 2022 pode ter sido a última em que o candidato apoiado pelo grupo religioso foi derrotado.

Leia mais »