[stock-market-ticker symbols="AAPL;MSFT;GOOG;HPQ;^SPX;^DJI;LSE:BAG" stockExchange="NYSENasdaq" width="100%" palette="financial-light"]

in news

Notas de interesse de 13 de junho de 2022 – Bolsonaro pede apoio eleitoral aos EUA, NYT fala em pressão militar sobre eleições, OCDE aprova roteiro de adesão do Brasil e mais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Uma seleção das principais notícias que interessam ao posicionamento internacional do Brasil na imprensa nacional e na mídia estrangeira

Jair Bolsonaro e Joe Biden durante encontro na Cúpula das Américas (Foto: Alan Santos/PR)

Ajuda eleitoral dos EUA – O presidente Jair Bolsonaro pediu para o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, ajudá-lo em sua tentativa de reeleição durante a reunião bilateral entre ambos, na quinta-feira. No encontro, que aconteceu às margens da Cúpula das Américas, em Los Angeles, o líder brasileiro retratou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como perigoso para os interesses dos EUA, segundo fontes com conhecimento sobre a conversa (O Globo).

Biden e Trump – Bolsonaro disse que mudou de opinião sobre seu colega americano Joe Biden. O brasileiro, que nunca escondeu ser aliado do republicano Donald Trump e que antes de embarcar para a Cúpula das Américas, em Los Angeles, voltou a levantar dúvidas sobre o sistema eleitoral dos EUA sem provas, elogiou o democrata (O Globo).

Ameaça militar – Com a foto abaixo em sua página inicial, o New York Times chamou a atenção para o fato de militares estarem agora, como Jair Bolsonaro, “levantando dúvidas sobre o processo eleitoral do Brasil, apesar da pouca evidência” (Folha).

Comitiva civil – O perfil da comitiva de Bolsonaro na reunião com Joe Biden foi bem diferente do escalado para encontros com Donald Trump. O brasileiro levou Arthur Lira (PP-AL), mostrando que tem respaldo do Congresso. Ficaram de fora os militares e Eduardo Bolsonaro – ele era próximo de Trump e estava em Washington no dia da invasão do Capitólio (Estadão).

OCDE – O conselho de ministros da OCDE aprovou o roteiro de acessão do Brasil na organização. A decisão foi tomada durante a reunião ministerial da entidade, realizada em Paris. Além do Brasil, a OCDE deu luz verde para o avanço do processo de ingresso de outros quatro países: Bulgária, Croácia, Peru e Romênia (Folha).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

newsletter

Receba as últimas atualizações

Inscreva-se em nossa newsletter

Sem spam, notificações apenas sobre novas atualizações.

Última edição

Categorias

Estamos nas Redes

Populares