[stock-market-ticker symbols="AAPL;MSFT;GOOG;HPQ;^SPX;^DJI;LSE:BAG" stockExchange="NYSENasdaq" width="100%" palette="financial-light"]

in news

Notas de interesse de 21 de junho de 2022 – Bolsonaro critica Petro, nova onda rosa na América Latina, Brasil fica mais isolado na região e mais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Uma seleção das principais notícias que interessam ao posicionamento internacional do Brasil na imprensa nacional e na mídia estrangeira

O presidente eleito da Colômbia, Gustavo Petro (Divulgação)

Bolsonaro x Petro – O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar o presidente eleito da Colômbia, Gustavo Petro, na noite desta segunda-feira, e seguiu sem parabenizá-lo pela vitória, mais de 24h após a divulgação do resultado. Bolsonaro fez uma relação entre um trecho do discurso de vitória de Petro e uma fala do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), seu principal adversário nas eleições deste ano (O Globo).

Onda rosa – Com a eleição de Gustavo Petro na Colômbia, a esquerda volta a ser dominante na América do Sul. Especialistas ressaltam as expressivas diferenças em relação aos governos esquerdistas do início deste século, entre elas a escassez de recursos econômicos, um discurso e posições mais pragmáticas — nos quais não cabe o bolivarianismo — programas de governos mais moderados e condicionados por um contexto internacional adverso, além de uma forte agenda social e cultural, que inclui o combate ao aquecimento global e a defesa de direitos de minorias (O Globo).

Limites da nova onda rosa – A América Latina não vive uma nova onda esquerdista, ou rosa, como alguns a chamam, apenas eleições que refletem o descontentamento social com os que governam, como acontece em muitas outras regiões do mundo. Essa é a avaliação de Steven Levitsky, professor de Harvard e coautor do livro “Como morrem as democracias”, que observa com ceticismo os anúncios sobre novas articulações entre governos de esquerda que estão assumindo o poder (O Globo).

Brasil isolado – A vitória de Gustavo Petro na Colômbia ampliou ainda mais o isolamento político de Jair Bolsonaro (PL) na América Latina. Se considerados apenas os vizinhos mais próximos, oito dos 12 países da América do Sul passaram a ser governados por líderes declaradamente de esquerda, cenário bem diferente daquele que o presidente brasileiro encontrou ao assumir o Planalto, em 2019 (Folha).

Juros EUA – O Fed elevou os juros da economia americana em 0,75 ponto percentual, para a faixa de 1,5% a 1,75%. Foi a maior alta desde 1994, numa tentativa de conter a inflação nos EUA, pressionada pelo aumento dos preços de combustíveis e alimentos, como consequência da guerra na Ucrânia e dos desarranjos logísticos provocados pelos lockdowns em resposta à covid-19 na China.A alta de juros nos Estados Unidos e em outros países desenvolvidos aponta para uma desaceleração da economia mundial à frente (BBC News Brasil).

Refugiados – Crianças e adolescentes de 5 a 14 anos compõem mais da metade das pessoas reconhecidas como refugiadas pelo Brasil no ano passado, mostra relatório do Observatório das Migrações Internacionais (OBMigra). Ao todo, 1.555 pessoas dessa faixa etária receberam o status em um universo de 3.086 que tiveram suas solicitações aceitas pelo Comitê Nacional para os Refugiados (Folha).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

newsletter

Receba as últimas atualizações

Inscreva-se em nossa newsletter

Sem spam, notificações apenas sobre novas atualizações.

Última edição

Categorias

Estamos nas Redes

Populares