[stock-market-ticker symbols="AAPL;MSFT;GOOG;HPQ;^SPX;^DJI;LSE:BAG" stockExchange="NYSENasdaq" width="100%" palette="financial-light"]

in news

Rubens Barbosa: Três impactos da guerra entre Rússia e Ucrânia para o Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

A guerra entre a Rússia e a Ucrânia tem pelo menos três grandes consequências para o Brasil, segundo o embaixador Rubens Barbosa, coordenador editorial da Interesse Nacional. As consequências do conflito atingem a economia, a política externa e a política de defesa do Brasil, explicou durante um webinar organizado pelo Centro de Mediação do SindusCon-SP (CMS-SP), debatendo aspectos da atual crise internacional e seus desdobramentos para o Brasil (assista ao vídeo completo abaixo).

Em relação aos impactos econômicos, explicou, a exemplo do que ocorre no mundo, a guerra está fazendo com que haja uma desaceleração do crescimento neste ano e no próximo. Outro aspecto é o aumento da carga inflacionária, que vê-se em todos os países, e que tem a ver com “a desorganização do mercado de bens agrícolas e de energia”.

“Esse impacto sobre o Brasil deixou muito clara a vulnerabilidade do país em vários setores. A dependência é muito grande em termos de trigo e de fertilizantes, por exemplo, sem falar em semicondutores e produtos para a saúde, em que temos grande dependência do exterior. Esta dependência do Brasil torna o país vulnerável em tempos de crise”, disse.

Em termos de política externa, “vejo como uma nova era diferente das anteriores, em que havia bipolaridade ou unipolaridade. Agora vejo dois grandes blocos, um do Ocidente e outro da Eurásia”.

Segundo Barbosa, “a posição brasileira ainda está para ser formulada. Isso é uma situação muito precária, pois o mundo não vai esperar o Brasil. O Brasil tem que dizer o que ele quer. (…) Não temos alternativa. No mundo dividido como este, o Brasil tem que se manter equidistante, independente, não levando em consideração nem ideologia nem a geopolítica. O Brasil tem seus interesses próprios e nós temos que decidir de acordo com os nossos interesses”.

O terceiro impacto é a questão da defesa e segurança. “Essa guerra chama a atenção para vulnerabilidades muito grandes do Brasil, na questão cibernética, por exemplo. O Brasil ainda está com limitações importantes nesta área.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

newsletter

Receba as últimas atualizações

Inscreva-se em nossa newsletter

Sem spam, notificações apenas sobre novas atualizações.

Última edição

Categorias

Estamos nas Redes

Populares