12 maio 2022

Maísa Edwards: Existe potencial de revitalização da Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul 

No Visões do Brazil, parceria com o Instituto Brasil do King’s College London, doutoranda em relações internacionais discute estudo sobre relações diplomáticas e de defesa do Brasil na Zopacas

No Visões do Brazil, parceria com o Instituto Brasil do King’s College London, doutoranda em relações internacionais discute estudo sobre relações diplomáticas e de defesa do Brasil na Zopacas

A Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul, Zopacas, se encontra em um momento em que todas as condições estão dadas para sua revitalização. A avaliação é de Maísa Edwards, pesquisadora do programa de doutorado conjunto do Instituto Brazil do King’s College London e do Instituto de Relações Internacionais da USP. Segundo ela, essa revitalização vai se confirmar “se tivermos uma oitava reunião ministerial e um novo interesse, especialmente por parte da Marinha brasileira, sobre a Zopacas e o futuro delas não só para o Brasil, mas também para a região”, explicou.

Reunião da Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul, em Brasília

Em sua pesquisa de doutorado, Edwards faz uma análise das relações diplomáticas de defesa brasileiras no Atlântico Sul. Ela analisa o conhecimento não só sobre zonas de paz, mas também sobre como o Brasil atua no Atlântico Sul e as parcerias entre o Brasil e outros Estados Membros da Zopacas. O estudo inclui a análise de documentos do Itamaraty, documentos da ONU e entrevistas com diplomatas e profissionais da área de Defesa.

Edwards explica que, por conta do tamanho da costa brasileira, o Atlântico sempre foi algo de interesse muito importante para o país. Portanto, a Zopacas é uma oportunidade para ver como o Brasil coopera com outros países na região, mas também com o Brasil enriquece suas relações diplomáticas com os outros Estados membros.

O trabalho dela durante o doutorado rendeu a publicação de dois artigos acadêmicos, um deles sobre essa possível revitalização da Zopacas (The ZOPACAS: a return to prominence?) e outro sobre os interesses brasileiros entre Zopacas e a Otan (Brazil, between the ZOPACAS and NATO).


Daniel Buarque é editor-executivo do portal Interesse Nacional. Pesquisador no pós-doutorado do Instituto de Relações Internacionais da USP (IRI/USP), doutor em relações internacionais pelo programa de PhD conjunto do King’s College London (KCL) e do IRI/USP. Jornalista, tem mestrado em Brazil in Global Perspective pelo KCL e é autor de livros como "Brazil’s international status and recognition as an emerging power: inconsistencies and complexities" (Palgrave Macmillan), "Brazil, um país do presente" (Alameda Editorial), "O Brazil é um país sério?" (Pioneira) e "o Brasil voltou?" (Pioneira)

Artigos e comentários de autores convidados não refletem, necessariamente, a opinião da revista Interesse Nacional

Cadastre-se para receber nossa Newsletter