04 maio 2022

Notas de interesse de 4/5/22 – Lula na capa da Time, fiscalização internacional da eleição, diplomacia de fertilizantes e mais

Uma seleção das principais notícias que interessam ao posicionamento internacional do Brasil na imprensa nacional e na mídia estrangeira.

Uma seleção das principais notícias que interessam ao posicionamento internacional do Brasil na imprensa nacional e na mídia estrangeira.

Lula na Time – O gênero que atribuímos a uma história de vida depende muito de como ela termina. A vida de Luiz Inácio Lula da Silva já completou vários arcos dramáticos. Primeiro, a jornada do herói: uma criança nascida na pobreza se muda para a cidade grande, sobe para liderar um sindicato e depois se torna o presidente mais popular da história do Brasil moderno. Em abril de 2021, a Suprema Corte do Brasil anulou as condenações por corrupção que haviam excluído Lula. A decisão bombástica colocou o Brasil a caminho de um confronto entre o esquerdista Lula e o atual presidente de extrema direita Jair Bolsonaro nas eleições de outubro de 2022 (Time).

Imigração – O número de brasileiros vivendo na Irlanda mais que quintuplicou nos últimos seis anos. Em 2016, eram 13,6 mil pessoas, segundo o censo local. Hoje, de acordo com estimativas elaboradas pela Embaixada do Brasil em Dublin, esse número alcança os 70 mil (BBC News Brasil).

Diplomacia do fertilizante – O novo ministro da Agricultura do Brasil, Marcos Montes, visitará Jordânia, Egito e Marrocos em uma turnê a partir desta semana para discutir o aumento das importações de fertilizantes desses países. “É uma peregrinação que estamos chamando de diplomacia de fertilizantes”, disse Montes (Reuters).

Sem liberdade de imprensa – O “caos da informação” e a desinformação alimentam as tensões internacionais e as divisões na sociedade, alertou a organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) na edição anual de do seu ranking mundial da liberdade de imprensa. Entre os países com situação “problemática” estão Brasil (110º), Equador (68º) e Chile (82º). No ranking do ano passado, o Brasil havia ficado na 111ª posição entre os 180 países analisados (O Globo).

Desmatamento – Menos de 3% dos alertas de desmatamento emitidos no Brasil pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) e por outras ferramentas de monitoramento de desmate no país, desde o início da gestão de Jair Bolsonaro (PL), foram fiscalizados ou ocorreram em áreas com autorização para supressão de vegetação (Folha).

Fiscalização de eleições – O Tribunal Superior Eleitoral desistiu de ter a União Europeia como observadora oficial das eleições de 2022. A corte havia decidido ampliar o número de entidades internacionais que irão acompanhar o pleito deste ano, mas a falta de colaboração do Ministério das Relações Exteriores dificultou a concretização do plano de trazer os europeus para o Brasil (Folha). Senado vai convidar Parlamento Europeu para observar eleições e contornar veto do governo (Folha).


Daniel Buarque é editor-executivo do portal Interesse Nacional. Pesquisador no pós-doutorado do Instituto de Relações Internacionais da USP (IRI/USP), doutor em relações internacionais pelo programa de PhD conjunto do King’s College London (KCL) e do IRI/USP. Jornalista, tem mestrado em Brazil in Global Perspective pelo KCL e é autor de livros como "Brazil’s international status and recognition as an emerging power: inconsistencies and complexities" (Palgrave Macmillan), "Brazil, um país do presente" (Alameda Editorial), "O Brazil é um país sério?" (Pioneira) e "o Brasil voltou?" (Pioneira)

Artigos e comentários de autores convidados não refletem, necessariamente, a opinião da revista Interesse Nacional

Cadastre-se para receber nossa Newsletter