[stock-market-ticker symbols="AAPL;MSFT;GOOG;HPQ;^SPX;^DJI;LSE:BAG" stockExchange="NYSENasdaq" width="100%" palette="financial-light"]

in news

iii-Brasil: Escândalo de espionagem ilegal tem destaque internacional

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Mídia estrangeira fez ampla cobertura das acusações sobre a Abin paralela e sobre o possível envolvimento da família de Jair Bolsonaro. Para jornais internacionais, investigações indicam um enfraquecimento político do ex-presidente

Por Daniel Buarque e Fabiana Mariutti*

iii-Brasil – de 29/1 a 4/2 de 2024

Visibilidade: 31 reportagens em 7 veículos analisados

Classificação das notícias:

42% Neutras

45% Negativas

13% Positivas

A investigação sobre o escândalo de espionagem ilegal durante o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro e o possível envolvimento de seus filhos na ação da chamada Abin paralela foi o principal tema de destaque sobre o Brasil na imprensa internacional na semana que encerrou janeiro e iniciou fevereiro.

No total, foram registrados na semana que finalizou janeiro e iniciou fevereiro 31 textos com menção ao Brasil nos sete veículos analisados, volume abaixo da média semanal do Índice de Interesse Internacional (iii-Brasil). A maior proporção dos textos teve tom negativo, atingindo 45% da cobertura sobre o país. As menções neutras foram 42%, e as positivas apenas 13%. 

“Polícia faz buscas em casa de filho de Bolsonaro por espionagem a adversários políticos”, destacou reportagem no jornal português Público. “Um dos alvos é Carlos Bolsonaro, vereador do Rio de Janeiro e filho do ex-presidente. Nesta nova acção, a PF aponta a pessoas que foram destinatárias das informações produzidas de forma ilegal pela agência de informações do governo federal”, diz a reportagem.

Texto publicado pelo argentino Clarín explica que “a ação é uma continuação da operação implantada para desmantelar um suposto complô em que membros da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e da Polícia Federal espionavam irregularmente adversários políticos de Bolsonaro para favorecer interesses familiares. Os investigadores procuram assim ‘avançar o núcleo político’ desta suposta organização ilícita”.

O espanhol El País diz que o caso representa parte de um processo de  enfraquecimento do ex-presidente. “Semana após semana o cerco policial e judicial aumenta em torno do ex-presidente do Brasil Jair Bolsonaro, que perdeu o poder e a imunidade há 13 meses”, diz. 

Na mesma linha, o jornal britânico The Guardian aponta que a investigação é um problema para o futuro político de Bolsonaro: “Os acontecimentos dramáticos de segunda-feira colocam o futuro político de Bolsonaro em dúvidas ainda maiores. No ano passado, ele foi proibido de concorrer às eleições até 2030 por espalhar desinformação sobre o sistema eleitoral brasileiro. O populista de 68 anos também é alvo de uma série de investigações criminais sobre o seu comportamento enquanto presidente da maior democracia da América do Sul. Eles incluem a forma como lidou com a pandemia de Covid-19, que matou mais de 700 mil brasileiros, e o seu papel no suposto incitamento ao motim de 8 de janeiro de 2023 em Brasília, que o governo de Lula chamou de tentativa de golpe.”

Retrospectiva 

Desde o início de abril de 2022, o iii-Brasil coletou e analisou em média 60 reportagens por semana com menções de destaque ao país nos sete veículos de imprensa analisados. 

Ao longo do levantamento, o iii-Brasil registrou em média 50% de reportagens de tom neutro, 30% de menções com tom negativo e 21% de textos positivos sobre o país (a soma ultrapassa 100% por uma questão de arredondamento de valores percentuais). 


*Daniel Buarque é pesquisador no pós-doutorado do Instituto de Relações Internacionais da USP (ISI/USP), doutor em relações internacionais pelo programa de PhD conjunto do King’s College London (KCL) e do IRI/USP. Jornalista, tem mestrado em Brazil in Global Perspective pelo KCL e é autor de livros como Brazil’s international status and recognition as an emerging power: inconsistencies and complexities (Palgrave Macmillan), Brazil, um país do presente (Alameda Editorial) e O Brazil é um país sério? (Pioneira). É editor-executivo do portal Interesse Nacional.

Leia mais artigos de Daniel Buarque

Fabiana Mariutti atua como pesquisadora, professora universitária e consultora; obteve pós-doutorado, doutorado e mestrado em Administração e bacharel em Comunicação Social. Estuda a imagem, reputação e marca Brasil desde 2010. Interesse nas áreas de Place Branding e Public Diplomacy. Nomeada Who is Who pelo The Place Brand Observer. Autora dos livros: “Country Reputation: The Case of Brazil in the United Kingdom: Four Stakeholders’ Perspectives on Brazil’s Brand Image(2017) e Country Brand Identity: Communication of the Brazil Brand in the United States of America (2013).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

newsletter

Receba as últimas atualizações

Inscreva-se em nossa newsletter

Sem spam, notificações apenas sobre novas atualizações.

Última edição

Categorias

Estamos nas Redes

Populares