22 agosto 2023

iii-Brasil: Caso das joias ganha destaque no exterior, e mídia estrangeira fala em Bolsonaro ‘esmagado’ 

Imprensa internacional publicou várias reportagens sobre investigações contra o ex-presidente e destacou o enfraquecimento do movimento de extrema-direita no Brasil e o fortalecimento do governo Lula

Imprensa internacional publicou várias reportagens sobre investigações contra o ex-presidente e destacou o enfraquecimento do movimento de extrema-direita no Brasil e o fortalecimento do governo Lula

Por Daniel Buarque e Fabiana Mariutti*

iii-Brasil – de 14 a 20/8 de 2023

Visibilidade: 32 reportagens em 7 veículos analisados

Classificação das notícias:

50% Neutras

22% Negativas

28% Positivas

As investigações sobre o suposto desvio de joias pelo ex-presidente Jair Bolsonaro foi tema de várias reportagens na imprensa internacional ao longo da última semana. O assunto foi o principal destaque nas menções ao Brasil na mídia estrangeira no período com destaque para o que é percebido como o enfraquecimento do movimento de extrema-direita no país.

No total, foram registrados na terceira semana de agosto 32 textos com menção ao Brasil nos sete veículos analisados, volume muito abaixo da média semanal do Índice de Interesse Internacional (iii-Brasil). A maior proporção dos textos teve tom neutro, atingindo 50% da cobertura sobre o país. As reportagens de tom negativo chegaram a 22%, e as menções positivas foram 28%. 

https://interessenacional.com.br/edicoes-posts/entenda-como-funciona-o-indice-de-interesse-internacional-monitoramento-de-noticias-sobre-o-brasil-no-exterior/

O jornal espanhol El País foi um dos veículos estrangeiros que mais dedicaram atenção às investigações contra o ex-presidente e a situação política do país. Segundo a publicação, é “irônico” que Bolsonaro esteja sendo afetado por um escândalo envolvendo joias depois de muitos problemas mais graves registrados durante seu governo. 

“Alguns dizem, meio brincando e meio sério, que um dia o Brasil terá que agradecer aos países árabes pelos presentes de ouro e diamantes dados ao então presidente Bolsonaro, já que eles estão fazendo o milagre de conter o movimento bolsonarista que ameaçava se militarizar ao país, com a acusação banal de um simples ladrão de joias”, diz.

O português Público tratou da semana de notícias negativas para o ex-presidente. “Denúncias de colaboradores põem Bolsonaro em maus lençóis”, diz. “Advogado do ex-ajudante de ordens diz que ele vai confessar que o ex-presidente lhe pediu para vender jóias do Estado. Hacker afirma que Bolsonaro lhe pediu para invadir uma urna electrónica.”

No britânico The Guardian, reportagem diz que a investigação sobre suposto furto de presentes oficiais da era Bolsonaro é ampliada. “Associados próximos do ex-presidente – e possivelmente do próprio Bolsonaro – foram acusados de vender presentes caros”, diz.

Além do noticiário sobre o caso, o jornal espanhol publicou duas reportagens mostrando como o movimento é acompanhado do fortalecimento do governo de Luiz Inácio Lula da Silva e perda de influência da extrema-direita. “Lula esmaga o bolsonarismo”, diz um artigo. “O governo do presidente brasileiro mantém sua luta para anular o movimento promovido pelo radical Bolsonaro e afastar os fantasmas do extremismo fascista”, explica. Um outro texto aponta o aumento da popularidade de Lula. “Lula vive um doce momento com 60% de aprovação como presidente do Brasil. Apoio ao presidente de esquerda aumenta no sul do país e entre evangélicos por influência da economia”, diz.

Retrospectiva 

Desde o início de abril de 2022, o iii-Brasil coletou e analisou em média 65 reportagens por semana com menções de destaque ao país nos sete veículos de imprensa analisados. 

Ao longo do levantamento, o iii-Brasil registrou em média 49% de reportagens de tom neutro, 31% de menções com tom negativo e 20% de textos positivos sobre o país. 


*Daniel Buarque é editor-executivo do Interesse Nacional, pesquisador do pós-doutorado do IRI-USP, doutor em relações internacionais pelo programa de PhD conjunto do King’s College London (KCL) e do IRI/USP. É jornalista, tem mestrado em Brazil in Global Perspective pelo KCL e é autor dos livros “Brazil, um país do presente” (Alameda) e “O Brazil É um País Sério?” (Pioneira).

Fabiana Mariutti atua como pesquisadora, professora universitária e consultora; obteve pós-doutorado, doutorado e mestrado em Administração e bacharel em Comunicação Social. Estuda a imagem, reputação e marca Brasil desde 2010. Autora dos livros: “Country Reputation: The Case of Brazil in the United Kingdom: Four Stakeholders’ Perspectives on Brazil’s Brand Image(2017) e Country Brand Identity: Communication of the Brazil Brand in the United States of America (2013).


O Índice de Interesse Internacional (iii-Brasil) é uma análise da imagem do país realizada a partir de um levantamento sistemático de dados sobre notícias que mencionam o Brasil a cada semana em sete publicações internacionais, selecionadas como representativas da imprensa internacional por serem reconhecidas internacionalmente como “newspapers of record”. São elas: The Guardian (Reino Unido), The New York Times (Estados Unidos), El País (Espanha), Le Monde (França), Clarín (Argentina), Público (Portugal) e China Daily (China).

Artigos e comentários de autores convidados não refletem, necessariamente, a opinião da revista Interesse Nacional

Cadastre-se para receber nossa Newsletter