23 maio 2023

iii-Brasil: Corrupção e violência expõem imagem negativa do país no exterior

Notícias sobre diferentes casos de problemas políticos e crimes nacionais predominaram entre as menções ao país na imprensa internacional durante uma semana de baixa visibilidade internacional do Brasil

Notícias sobre diferentes casos de problemas políticos e crimes nacionais predominaram entre as menções ao país na imprensa internacional durante uma semana de baixa visibilidade internacional do Brasil

Por Daniel Buarque e Fabiana Mariutti*

iii-Brasil – de 15 a 21 de maio de 2023

Visibilidade: 44 reportagens em 7 veículos analisados

Classificação das notícias:

29% Neutras

39% Negativas

32% Positivas

Diferentes notícias sobre casos de violência, de corrupção e problemas políticos predominaram entre as citações ao Brasil na imprensa internacional ao longo da última semana, expondo uma imagem predominantemente negativa do país. Mesmo que não tenha havido nenhum tema isolado que tenha dado destaque ao Brasil no período, é possível ver que várias reportagens com diferentes contextos abordaram temas problemáticos para a reputação do país.

No total, foram registrados na terceira semana de maio 44 textos com menção ao Brasil nos sete veículos analisados, volume muito abaixo da média semanal do Índice de Interesse Internacional (iii-Brasil). A maior proporção dos textos teve tom negativo, atingindo 39% da cobertura sobre o país. As reportagens de tom positivo foram 32% e as neutras foram apenas 29%. 

https://interessenacional.com.br/edicoes-posts/entenda-como-funciona-o-indice-de-interesse-internacional-monitoramento-de-noticias-sobre-o-brasil-no-exterior/

Não houve um único tema que escândalos envolvendo ex-presidentes do país ganharam bastante visibilidade no exterior. No Público, por exemplo, teve destaque o depoimento do ex-presidente Jair Bolsonaro sobre a emissão de um certificado falso de vacina em seu nome. O mesmo assunto também apareceu no argentino Clarín. No espanhol El País, por outro lado, uma reportagem abordou a condenação do ex-presidente Fernando Collor de Mello por corrupção.

Além dos ex-governantes, também ganhou atenção no exterior a decisão da Justiça de cassar o mandato de deputado do ex-procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol, que foi tema de reportagens no Público e no El País. Segundo o jornal espanhol, “o deputado aproveitou a popularidade que a Operação Lava Jato lhe deu para conseguir uma cadeira, mas o juiz acredita que o fez sem antes ter prestado contas por supostas irregularidades”.

A cobertura crítica sobre a política brasileira na semana foi ampliada por reportagens sobre a movimentação de congressistas para anistiar os partidos políticos. Segundo o El País, “os políticos brasileiros de esquerda e de direita buscam perdoar casos de peculato em que estão envolvidos”.

Além da corrupção, casos de violência também expuseram negativamente a imagem do país na mídia estrangeira na semana. No jornal britânico The Guardian, por exemplo, voltou à tona o caso da morte de Bruno Araújo Pereira e Dom Phillips. “A Polícia Federal apresentou acusações criminais contra o ex-chefe da Agência de Proteção Indígena do Brasil por supostos atos de omissão que eles acreditam que indiretamente abriram caminho para os assassinatos de Bruno Pereira e Dom Phillips na Amazônia no ano passado”, diz. O caso também ganhou destaque no Público.

Outro caso de destaque sobre violência foi a uma operação da polícia contra um grupo armado em Mato Grosso. “O grupo atacou um quartel da Polícia Militar, um veículo blindado e plantou explosivos em vários locais da pequena cidade de 30 mil habitantes, que tem uma economia ligada principalmente ao setor agroalimentar”, diz o Clarín.

Textos positivos registrados ao longo da semana retratam notícias culturais. 

Retrospectiva 

Desde o início de abril de 2022, o iii-Brasil coletou e analisou em média 70 reportagens por semana com menções de destaque ao país nos sete veículos de imprensa analisados. 

Ao longo do levantamento, o iii-Brasil registrou em média 49% de reportagens de tom neutro, 33% de menções com tom negativo e 18% de textos positivos sobre o país. 


*Daniel Buarque é editor-executivo do Interesse Nacional, pesquisador do pós-doutorado do IRI-USP, doutor em relações internacionais pelo programa de PhD conjunto do King’s College London (KCL) e do IRI/USP. É jornalista, tem mestrado em Brazil in Global Perspective pelo KCL e é autor dos livros “Brazil, um país do presente” (Alameda) e “O Brazil É um País Sério?” (Pioneira).
Fabiana Mariutti atua como pesquisadora, professora universitária e consultora; obteve pós-doutorado, doutorado e mestrado em Administração e bacharel em Comunicação Social. Estuda a imagem, reputação e marca Brasil desde 2010. Autora dos livros: “Country Reputation: The Case of Brazil in the United Kingdom: Four Stakeholders’ Perspectives on Brazil’s Brand Image(2017) e Country Brand Identity: Communication of the Brazil Brand in the United States of America (2013).


O Índice de Interesse Internacional (iii-Brasil) é uma análise da imagem do país realizada a partir de um levantamento sistemático de dados sobre notícias que mencionam o Brasil a cada semana em sete publicações internacionais, selecionadas como representativas da imprensa internacional por serem reconhecidas internacionalmente como “newspapers of record”. São elas: The Guardian (Reino Unido), The New York Times (Estados Unidos), El País (Espanha), Le Monde (França), Clarín (Argentina), Público (Portugal) e China Daily (China).

Artigos e comentários de autores convidados não refletem, necessariamente, a opinião da revista Interesse Nacional

Cadastre-se para receber nossa Newsletter