[stock-market-ticker symbols="AAPL;MSFT;GOOG;HPQ;^SPX;^DJI;LSE:BAG" stockExchange="NYSENasdaq" width="100%" palette="financial-light"]

in news

iii-Brasil: Tentativa de reverter resultado da eleição piora imagem do país no exterior

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Mobilização antidemocrática do presidente, do seu partido e de militantes que pedem golpe de Estado teve ampla repercussão fora do país e ampliou a proporção de textos críticos ao Brasil na mídia internacional

Por Daniel Buarque e Fabiana Mariutti*

iii-Brasil – 21 a 27/11 de 2022

Visibilidade: 61 reportagens em 7 veículos analisados

Classificação das notícias:

48% Neutras

34% Negativas

18% Positivas

A tentativa do presidente Jair Bolsonaro, do seu partido e de manifestantes golpistas de reverter o resultado do segundo turno das eleições vencidas por Luiz Inácio Lula da Silva teve ampla repercussão internacional. Após semanas de uma projeção mais positiva do país no exterior –com cobertura favorável sobre o resultado do pleito– a postura antidemocrática de setores da política e da sociedade voltou a ampliar o espaço dedicado pela imprensa internacional a textos com teor negativo sobre o Brasil, de acordo com o Índice de Interesse Internacional (iii-Brasil).

No total, foram registrados na semana 61 textos com menção ao Brasil nos sete veículos analisados. Além da maior parte dos textos sobre o Brasil com tom neutro (48%), o período desta semana registrou ainda 34% de menções negativas, com potencial de piorar o prestígio do país no mundo (a proporção mais alta desde outubro), e um recuo de textos com tom positivo a 18% (ainda assim acima da média de 13% registrada ao longo das últimas 34 semanas)  

Entre os principais destaques negativos da semana, estão o pedido de anulação de urnas pelo Partido Liberal, a reação do presidente do TSE multando o partido (algumas dessas reportagens com tom neutro e factual), e as manifestações que pedem intervenção militar na política brasileira.

“Quase um mês depois da segunda volta das eleições presidenciais que ditaram a vitória de Lula da Silva, o Partido Liberal (PL), pelo qual se candidatou Jair Bolsonaro, apresentou formalmente um pedido para que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) invalide os votos de centenas de milhares de urnas eletrônicas. O partido do ainda Presidente serve-se de um relatório que é criticado pela generalidade dos especialistas e o pedido foi contestado de imediato pelo próprio TSE”, diz o português Público.

“O partido de Bolsonaro alega um ‘mau funcionamento’ de cinco modelos de urnas (…) Alexandre de Moraes respondeu ao pedido questionando se as urnas impugnadas foram utilizadas tanto no segundo turno quanto no primeiro turno”, resumiu o argentino Clarín.

Também teve amplo destaque no exterior a mobilização de partidários do presidente, incluindo questionamentos e ironias sobre a racionalidade das pessoas. “Rezas místicas, hino nacional em frente a um pneu… A derrota do presidente de extrema-direita contra Lula veio atestar o estado psicológico, considerado por alguns preocupante, daqueles que ainda não saem das ruas há quase um mês”, diz o francês Le Monde. Também chamou a atenção internacional o vídeo que mostra militantes bolsonaristas apelando a ajuda de fora do planeta contra a derrota do presidente. “Um grupo e partidários do presidente Jair Bolsonaro apareceu apontando os telefones celulares para cima para pedir ‘ajuda’ aos extraterrestres”, diz reportagem do espanhol El País.

Já entre notícias favoráveis à imagem do Brasil na mídia internacional, trata-se da vitória do time liderado por Tite, evidenciando os dois gols do atacante Richarlison, sendo um deles acrobático, registrado pelo Público. Também elogiado pelo The Guardian, que denomina o jogador do Tottenham na Inglaterra como um “modelo da decência humana”, pelo seu lado humanitário em causas sociais e anti-racismos no Brasil e como um “balletic barnstormer” entendido como um circense de acrobacias aéreas em espetáculos teatrais.  Nessa publicação, o chute (acrobático) ao gol foi destaque em várias capas de jornais e revistas pelo mundo. 

Retrospectiva 

Desde o início de abril, o iii-Brasil, ao estudar a imagem internacional do Brasil, coletou e analisou em média 66 reportagens por semana com menções de destaque ao país nos sete veículos de imprensa analisados. 

Ao longo do levantamento das últimas 34 semanas, o iii-Brasil registrou em média 50% de reportagens de tom neutro, 36% de menções com tom negativo e 13% de textos positivos sobre o país. 


*Daniel Buarque é editor-executivo do Interesse Nacional, doutor em relações internacionais pelo programa de PhD conjunto do King’s College London (KCL) e do IRI/USP. É jornalista, tem mestrado em Brazil in Global Perspective pelo KCL e é autor dos livros “Brazil, um país do presente” (Alameda) e “O Brazil É um País Sério?” (Pioneira).

Fabiana Mariutti atua como professora universitária, pesquisadora e consultora; obteve pós-doutorado, doutorado e mestrado em Administração e bacharel em Comunicação Social. Estuda a marca Brasil desde 2010. Autora dos livros: “Country Reputation: The Case of Brazil in the United Kingdom: Four Stakeholders’ Perspectives on Brazil’s Brand Image(2017) e Country Brand Identity: Communication of the Brazil Brand in the United States of America (2013).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

newsletter

Receba as últimas atualizações

Inscreva-se em nossa newsletter

Sem spam, notificações apenas sobre novas atualizações.

Última edição

Categorias

Estamos nas Redes

Populares