Sergio Abreu e Lima Florêncio: Brasil e OCDE – Retrocesso à vista?

A percepção do governo Lula de que o status de observador na OCDE representa uma vantagem é um equívoco e não reflete o lugar do Brasil no mundo. Para embaixador, como membro efetivo da OCDE, o país teria condições de influenciar mudanças nas regras da governança global mais compatíveis com o interesse nacional, enquanto ser observador deixa o país incapaz de influir no trajeto que deverá seguir