04 abril 2023

iii-Brasil: Volta de Bolsonaro ao Brasil tem destaque ambíguo na imprensa estrangeira

Uma a cada cinco menções ao país na semana tratou do retorno do ex-presidente ao país. Abordagem da mídia estrangeira foi variada, com cobertura factual, avaliações sobre os processos a que Bolsonaro deve responder na Justiça e a situação da democracia brasileira

Uma a cada cinco menções ao país na semana tratou do retorno do ex-presidente ao país. Abordagem da mídia internacional foi variada, com cobertura factual, avaliações sobre os processos a que Bolsonaro deve responder na Justiça e a situação da democracia brasileira

Por Daniel Buarque e Fabiana Mariutti*

iii-Brasil – de 27/3 a 2/4/2023

Visibilidade: 54 reportagens em 7 veículos analisados

Classificação das notícias:

52% Neutras

26% Negativas

22% Positivas

A volta do ex-presidente Jair Bolsonaro ao Brasil após passar três meses nos Estados Unidos foi a notícia de principal destaque sobre o Brasil na imprensa estrangeira ao longo da última semana de março de 2023. Seis dos sete veículos analisados publicaram reportagens sobre o tema, e uma a cada cinco menções ao país no período tratava do retorno do líder de extrema-direita. 

No total, foram registrados na quinta semana de março e primeiros dias de abril 54 textos com menção ao Brasil nos sete veículos analisados, volume abaixo da média semanal do Índice de Interesse Internacional (iii-Brasil). A maior proporção dos textos teve tom neutro (52%), o volume de menções positivas foi de 22% (acima da média) e o percentual dos textos com tom negativo foi de 26% . 

https://interessenacional.com.br/edicoes-posts/entenda-como-funciona-o-indice-de-interesse-internacional-monitoramento-de-noticias-sobre-o-brasil-no-exterior/

A volta de Bolsonaro foi abordada com enquadramentos editoriais variados. Enquanto uma parte das notícias tinha tom totalmente factual, sem possíveis influências sobre a imagem internacional do Brasil, outras aproveitaram a cobertura para descrever de forma negativa um cenário ainda problemático da democracia brasileira, enquanto um terceiro grupo adotou tom mais positivo sobre a estabilidade do país após o fim do governo de extrema-direita.

“Bolsonaro volta ao Brasil para liderar a oposição após três meses nos EUA”, dis a reportagem publicada pelo espanhol El País, com tom mais neutro. Mais crítico, o New York Times destacou os processos a que Bolsonaro deve responder na Justiça: “Ele retorna a uma série de investigações e pode ser preso se for acusado de espalhar alegações infundadas de que o sistema eleitoral do Brasil era vulnerável a fraudes – apesar das análises de especialistas em segurança independentes mostrarem o contrário – e que a esquerda estava empenhada em roubar o voto”, diz.

O francês Le Monde também menciona a questão da Justiça e avalia o papel que o ex-presidente deve ter na política brasileira: “O ex-chefe de Estado se expõe a processos judiciais, ao mesmo tempo em que complica a situação política de seu sucessor de esquerda, Luiz Inácio Lula da Silva, que vive um momento complicado”, diz. Ainda o Clarín comenta sobre sua intenção ao retornar ao Brasil em busca de exercer um novo papel na política brasileira para reforço partidário e, também, relembra a quebra da tradição de “passar” a faixa presidencial em janeiro de 2023. 

Entre todos os veículos analisados, apenas o China Daily ignorou a volta de Bolsonaro ao Brasil. O ex-presidente foi mencionado apenas em uma reportagem crítica à cúpula da democracia organizada pelos EUA, alegando que um dos convidados na edição passada foi o brasileiro, que não é descrito como um democrata. 

O Público registra a fala do Papa Francisco de uma entrevista a um canal de televisão argentino “que os políticos do PT foram alvos do uso da Justiça para perseguição política”.

Retrospectiva 

Desde o início de abril de 2022, o iii-Brasil coletou e analisou em média 70 reportagens por semana com menções de destaque ao país nos sete veículos de imprensa analisados. 

Ao longo do levantamento, o iii-Brasil registrou em média 50% de reportagens de tom neutro, 34% de menções com tom negativo e 16% de textos positivos sobre o país. 


*Daniel Buarque é editor-executivo do Interesse Nacional, pesquisador do pós-doutorado do IRI-USP, doutor em relações internacionais pelo programa de PhD conjunto do King’s College London (KCL) e do IRI/USP. É jornalista, tem mestrado em Brazil in Global Perspective pelo KCL e é autor dos livros “Brazil, um país do presente” (Alameda) e “O Brazil É um País Sério?” (Pioneira).

Fabiana Mariutti atua como pesquisadora, professora universitária e consultora; obteve pós-doutorado, doutorado e mestrado em Administração e bacharel em Comunicação Social. Estuda a imagem, reputação e marca Brasil desde 2010. Autora dos livros: “Country Reputation: The Case of Brazil in the United Kingdom: Four Stakeholders’ Perspectives on Brazil’s Brand Image(2017) e Country Brand Identity: Communication of the Brazil Brand in the United States of America (2013).


O Índice de Interesse Internacional (iii-Brasil) é uma análise da imagem do país realizada a partir de um levantamento sistemático de dados sobre notícias que mencionam o Brasil a cada semana em sete publicações internacionais, selecionadas como representativas da imprensa internacional por serem reconhecidas internacionalmente como “newspapers of record”. São elas: The Guardian (Reino Unido), The New York Times (Estados Unidos), El País (Espanha), Le Monde (França), Clarín (Argentina), Público (Portugal) e China Daily (China).

Artigos e comentários de autores convidados não refletem, necessariamente, a opinião da revista Interesse Nacional

Cadastre-se para receber nossa Newsletter