Avatar

Editores Interesse Nacional


Negócios ilícitos e a nova geopolítica do crime organizado naAmérica Latina

Os professores Leandro Piquet Carneiro e Fábio Ramazzini Bechara consideraram ser preciso discutir o papel central da corrupção dos agentes públicos no processo de expansão dos mercados ilícitos e das atividades criminais organizadas. Os melhores hubs para as atividades ilícitas, são encontrados em regiões que oferecem a combinação entre boa infraestrutura administrativa de serviços e mercado, porém dispõem de instituições com fraca governança e sistema de justiça deficiente.

Potências médias emergentes e transição de poder no sistema internacional

Os pesquisadores do BRICS Policy Center, Paulo Esteves e
Carlos Frederico Coelho concentram-se aqui na apresentação e análise de dados referentes aos IBAS (Índia, Brasil e África do Sul), e como as comunidades de política externa desses países percebem os processos de transição de poder no sistema internacional. O artigo compreende as percepções e sugere que, tanto o posicionamento de não alinhamento como o de proteção estratégica, indicam que potências médias podem buscar posição de equidistância ou de engajamento com superpotências.

A reconstrução da imagem e do prestígio do Brasil: Leia trecho da introdução do livro ‘O Brasil voltou?’ 

Primeiro texto da obra trata do trabalho para retomar laços no exterior e recuperar o status do país após quatro anos de encolhimento e isolamento sob Bolsonaro. Trecho também lista os artigos e temas que formam o livro

Assista ao evento de lançamento do livro ‘O Brasil voltou?’

Evento transmitido pelo Youtube reuniu autores de capítulos da obra sobre o lugar do Brasil no mundo. Obra organizada pelo portal Interesse Nacional reúne artigos de pesquisadores, diplomatas e cientistas políticos para abordar iniciativas de diplomacia e de políticas socioeconômicas e ambientais  

Livro ‘O Brasil voltou?’ avalia mote do governo Lula e o lugar do país no mundo

Obra organizada pelo portal Interesse Nacional reúne artigos de pesquisadores, diplomatas e cientistas políticos para abordar iniciativas de diplomacia e de políticas socioeconômicas e ambientais  

Irice promove debate sobre economia verde no Brasil

Discussão tratou do Plano de Transformação Ecológica desenvolvido pelo Ministério da Fazenda

Entrevista com a deputada Tabata Amaral

Conversa faz parte de série de discussões sobre as eleições municipais de 2024. Pré-candidata à prefeitura de São Paulo falou sobre política, educação e os próximos passos para o Brasil e para a capital paulista

Webinar: A nova política industrial

https://www.youtube.com/live/wAEoy4Bs2OM?si=ePihV7ePJPl4-FDw

A Nova Política Industrial do Brasil foi o tema central do primeiro webinar organizado pelo Instituto de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Irice) dentro do portal Interesse Nacional. O debate ocorreu de forma virtual no dia 26 de janeiro.

Um balanço das relações civis-militares no primeiro ano do governo Lula

O interesse em democratizar as relações entre Estado, sociedade e Forças Armadas reside num esforço dos civis em reduzir a autonomia das Forças Armadas e, por isso, a problemática é como fazer os militares aceitarem essa redução de poder sem que se rebelem ou conspirem contra um governo que foi eleito de forma democrática

Anaís Medeiros Passos: Um balanço das relações civis-militares no primeiro ano do governo Lula

O interesse em democratizar as relações entre Estado, sociedade e Forças Armadas reside num esforço dos civis em reduzir a autonomia das Forças Armadas e, por isso, a problemática é como fazer os militares aceitarem essa redução de poder sem que se rebelem ou conspirem contra um governo que foi eleito de forma democrática

Cabe na agenda ambiental do governo o mote “o Brasil voltou”?

Não restam dúvidas de que a orientação do governo Lula para o campo ambiental é diametralmente oposta à do governo anterior. Mas, para avançar de forma eficiente, há desafios consideráveis. Reconhecido como uma potência ambiental, o Brasil deve se voltar mais enfaticamente para o futuro e enfrentar pendências na inserção da agenda climática no G20, melhor coordenação da presença brasileira na COP 28, mais inserção nos acordos multilaterais, especialmente UE, com maior efetividade na articulação com o agronegócio

Roberto S. Waack e Renata Piazzon: Cabe na agenda ambiental do governo o mote “o Brasil voltou”?

Não restam dúvidas de que a orientação do governo Lula para o campo ambiental é diametralmente oposta à do governo anterior. Mas, para avançar de forma eficiente, há desafios consideráveis. Reconhecido como uma potência ambiental, o Brasil deve se voltar mais enfaticamente para o futuro e enfrentar pendências na inserção da agenda climática no G20, melhor coordenação da presença brasileira na COP 28, mais inserção nos acordos multilaterais, especialmente UE, com maior efetividade na articulação com o agronegócio

Muitas intenções e poucas realizações na área da energia no atual governo

Como todo início de novo governo, o ano de 2023 foi marcado por novas políticas e debates diversos: margem equatorial; renovação de concessões; apagão; Programa Gás para Empregar; PL combustível do futuro; preço dos combustíveis; o papel das energias renováveis; geração térmica e outros

Adriano Pires: Muitas intenções e poucas realizações na área da energia no atual governo

Como todo início de novo governo, o ano de 2023 foi marcado por novas políticas e debates diversos: margem equatorial; renovação de concessões; apagão; Programa Gás para Empregar; PL combustível do futuro; preço dos combustíveis; o papel das energias renováveis; geração térmica e outros

Agenda científica segue gigante, mesmo após arrumação do negacionismo anterior

Balanço do que aconteceu neste 2023 em termos de ciência e tecnologia no país, focado especificamente nas ações no plano federal, revela que, todo o primeiro ano foi período de arrumação da casa. E que tremenda arrumação foi necessária

Carlos Américo Pacheco: Agenda científica segue gigante, mesmo após arrumação do negacionismo anterior

Balanço do que aconteceu neste 2023 em termos de ciência e tecnologia no país, focado especificamente nas ações no plano federal, revela que, todo o primeiro ano foi período de arrumação da casa. E que tremenda arrumação foi necessária

Guilherme Soria Bastos Filho: Um panorama do setor agropecuário no primeiro ano de governo

O setor agropecuário brasileiro apresentou um excelente desempenho no primeiro ano do governo, superando mais um ano de adversidades climáticas, instabilidade geopolítica e incertezas em relação às prioridades do novo presidente. O principal desafio para 2024 é manter a competitividade do setor

Um panorama do setor agropecuário no primeiro ano de governo

O setor agropecuário brasileiro apresentou um excelente desempenho no primeiro ano do governo, superando mais um ano de adversidades climáticas, instabilidade geopolítica e incertezas em relação às prioridades do novo presidente. O principal desafio para 2024 é manter a competitividade do setor

O presidente pode muito, mas não pode tudo

Balanço do primeiro ano do governo do presidente Lula não pode omitir a complexidade da cena política no Brasil e no mundo nem ignorar o enorme desafio de recompor a harmonia entre os poderes, reduzindo a pressão fisiológica, recolocando a agenda nas mãos da política

Carlos Melo: O presidente pode muito, mas não pode tudo

Balanço do primeiro ano do governo do presidente Lula não pode omitir a complexidade da cena política no Brasil e no mundo nem ignorar o enorme desafio de recompor a harmonia entre os poderes, reduzindo a pressão fisiológica, recolocando a agenda nas mãos da política